Do-in, um toque que cura

Uma sessão completa de massagem Shiatsu pode demorar de vinte minutos (no módulo mais rápido e popular, utilizado como prevenção de males, apenas) a quase duas horas (no módulo completo).

Com exceção do módulo rápido, a massagem, em geral, inicia sua sessão com um delicioso escalda-pés.

Por quê um escalda-pés? A respostas é muito simples. Quando os pés estão mais quentes, cabeça está fria, segundo a tradição japonesa. Escrevendo de outra forma, o escalda-pés é uma maneira perfeita e excelente de começarmos a sessão de massagem, já com o relaxamento.

Fica então uma excelente dica para adicionar no seu dia-a-dia: para se obter uma maravilhosa noite de sonos, nada melhor do que fazer um revigorante escalda-pés antes de ir para a cama.

A melhor maneira é submergir completamente os pés em um balde ou recipiente com água quente, a uma temperatura de quarenta graus Celsius, não só os pés, mas toda a parte posterior da da perna, até a linha, ou dobra dos joelhos.

Quem desejar ou quiser, também pode acrescentar à água quente:

– Cascas em raspas de laranja seca, que têm uma grande quantidade de vitamina C e são hidratantes.

Para isso, basta descascar a laranja inteira e deixá-la secar à sombra em um ambiente sexo. Depois, basta colocar na água que você deixou esquentando para utilizá-la no escalda-pés.

– Utilize também chá de folhas de nabo seco ou de cabelo de milho, excelente para os rins.

– Também acrescente sal grosso ou sais de banho, indicado para quem sofre com unhas encravadas.

Realizar o escalda-pés é uma delícia e faz muito bem para deixá-lo relaxado. Os japoneses fazem-no diariamente, antes da massagem.

 

Do-In

O Do-in, milenar técnica de massagem chinesa, tem cerca de cinco mil anos e pode ter se desenvolvido durante o reino de Huang Ti, o Imperador Amarelo, conhecido como o pai da técnica milenar da acupuntura e dos principais fundamentos da medicina tradicional da China.

Mas foi somente no Japão que esta técnica recebeu este nome (Do-in), que quer dizer “caminho da casa” – a sua casa, ou seja, o seu corpo, morada da sua energia vital, o Ki.

A massagem Do-in é um procedimento de automassagem, constituído pela pressão exercida com os dedos sobre alguns pontos específicos posicionados nos caminhos em que a energia percorre no organismo.

A automassagem do Do-in feita todos os dias mantém bem longe as doenças, pois vai constantemente labutando a manutenção do equilíbrio físico, emocional e energético.

Quando uma doenças ou mal já está instalado, existem um ou mais pontos, que corretamente pressionados, aliviam os sintomas das enfermidades.

Um conhecimento prévio dos pontos adequados e da forma de aplicação da pressão resultam em um Do-in mais eficiente.

No entanto, para o dia-a-dia, alguns procedimentos de massagem são extremamente fáceis de aplicar e muito eficientes.

As mãos são sua ferramenta para aplicar o Do-in.

Antes de iniciar a massagem propriamente dita, sempre friccione uma palma da mão contra a outra, para fazer com que o sangue e a energia circulem e aqueçam as mãos e todos os dedos.

Em seguida, faça um teste muito simples para verificar a condição geral do seu organismo.

Primeiro, una as mãos, mantendo os dedos sempre abertos. Então separe as palmas, formando um ângulo d noventa graus em relação aos seus dedos.

Desta forma você estará conferindo a flexibilidade das articulações dos seus dedos. Se praticado sem dor o exercício, isto é uma indicativo de que você já possui corpo saudável.

Há duas formas de estímulo no Do-in: para acalmar a energia (quando há um excesso) e para estimulá-la (quando há uma deficiência).

  • Sedação: o toque sedativo depende de uma pressão contínua no ponto escolhido, que deve durar um a cinco minutos.

 

  • Tonificação: o toque energético depende de pressões leves e repetidas, durante um a dez minutos.

 

Em geral, usa-se o polegar: a polpa – parte mais gordinha da mão -, a ponta ou a unha – que deve estar curta para não machucar a pele.

Os pontos a serem estimulados se reproduzem nos dois lados do corpo, e devem ser tratados simultaneamente, com as duas mãos.

Quando isso não for possível, aplique a massagem Do-in em um lado e, em seguida, no outro.

Importante: nunca pressione áreas machucadas, inflamadas, contundidas ou com varizes.

Você pode repetir a aplicação sempre que achar necessário, até diversas vezes ao dia, se for o caso e preciso.

Mas a reincidência de um desconforto é sinal de que a causa não está sendo tratada e você deverá procurar imediatamente um auxílio médico.

Nunca deixe um problema se agravar, pois saúde não é brincadeira e quanto mais cedo uma enfermidade for detectada mais fácil o processo de cura.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *