Aprenda a Melhorar sua Flexibilidade com Massagem

Manter-se flexível e alongar nosso corpo são extremamente importantes para a nossa saúde de uma forma geral.

Nós sabemos da importância, mas poucos são os que realmente incluem em suas atividades diárias as práticas de alongamentos, tão necessárias para manter a boa flexibilidade que irá nos ajudar a nos movimentar melhor e evitar uma série de problemas para a saúde.

Juntamente com os alongamentos, a massagem também, curiosamente, pode ajudar a retomada da nossa flexibilidade; reduzir as dores provenientes de músculos e tendões encurtados, além de outros benefícios.

A flexibilidade de nossos corpos é reduzida por causa de uma infinidade de fatores. Uma das causas principais é que muitos não se atentam de maneira adequada aos alongamentos que deveriam ser realizados antes e pós treinos. Principalmente, quando submetemos nossos músculos a uma carga excessiva de trabalho.

Após uma rotina de exercícios intensa, uma grande quantidade de ácido lático é despejada em nossos músculos, que, por sua vez, diminuem o alcance e amplitude de nossos movimentos, deixando-nos travados e com pouco flexibilidade.

Além da redução dos movimentos, também podemos sentir dores, provenientes de tensões e distensões musculares. Dependendo da gravidade, podemos até mesmo desenvolver contraturas musculares que impedem completamente nossos movimentos até a recuperação total do problema.

Uma massagem terapêutica bem administrada e realizada com planejamento, auxilia não somente os músculos, como também as articulações a restabelecerem suas funções, trazendo muito mais conforto nas atividades rotineiras, como subir escadas, correr e levantar pesos.

Quando a flexibilidade é reduzida, temos sérias restrições em nossos movimentos, com aumento das dores e um desconforto generalizado, que acaba interferindo no humor e em nossa felicidade.

A massagem também tem um papel fundamental na manutenção de articulações mais leves e fluidas, corroborando na redução da probabilidade de danos aos ossos e nervos.

Dentre os tipos de massagens mais utilizados para aumento da flexibilidade, podemos destacar: massagem terapêutica, massagem em tecidos profundos e massagem Thai.

Apesar de existirem muitas semelhanças na condução da massagem para o desenvolvimento da flexibilidade, cada tipo de massagem traz consigo suas peculiaridades, com resultados levemente diferentes entre si.

Por exemplo, a massagem em tecidos profundos, por permitir uma ampla gama de movimentos e pressões com intuito de se ajustar às necessidades do paciente, pode ser focada na atuação e movimentação dos músculos e tecidos externos, aliviando as contraturas, típicas de processos inflamatórios inerentes à pouca flexibilidade.

Reduzindo as restrições e ampliando a elasticidade, a massagem terapêutica consegue imprimir aos músculos, tendões e ligamentos mais resiliência, fortalecendo-os e tornando-os mais elásticos e adaptados a movimentos mais complexos e rigorosos.

Trabalhando regularmente e de forma aproveitosa e inteligente, juntamente com um profissional massagista, todos podemos atingir nossas metas individuais e aumentar de maneira expressiva a flexibilidade, tornando-se uma excelente profilaxia para dores e desconfortos, mantendo assim a saúde sempre em ordem.

Já a massagem Thai, ao aliar os movimentos de alongamento da Yoga, com os toques em sintonia com seus limites e objetivos, traz aos seus adeptos inúmeros benefícios desejáveis.

Entre eles, a ampliação do auto conhecimento, da disposição e bem-estar, incremento da flexibilidade e melhora da percepção e quietude, trazendo muito mais harmonia e alegria.

Assim, como na Yoga, a massagem Thai trabalha todo o corpo de forma conjunta, desenvolvendo o equilíbrio, aprimorando a flexibilidade de forma natural, trabalhando todos os músculos do corpo, sem excessos que possam comprometer a estabilidade corporal.

Além disto, a massagem atua eliminado problemas mais severos que comprometem a flexibilidade, intensificando a circulação de sangue nos músculos afetados e enrijecidos, auxiliando, portanto, na recuperação e reparação dos danos.

Um Comentário

  1. Rodrigo Taixeira Mazzerani
    9 de novembro de 2018
    Reply

    Será que consigo melhorar minha flexibilidade juntando o tratamento de massagem com a prática de Yoga? Estou tendo problemas repetitivos de lesões e estou pensando em melhorar minha flexibilidade, pois estou muito travado.
    Estou ficando cansado de ter tantos problemas musculares.
    Vou tentar a massagem como último recurso! Não quero operar de jeito nenhum.
    Espero que me ajude. Obrigado pelas informações do artigo!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *